ECOCARDIOGRAMA FETAL


Porque é tão importante fazer o exame?

As cardiopatias congênitas possuem uma incidência em torno de 8 casos por 1.000 bebês nascidos vivos e constituem a terceira causa específica de mortalidade infantil no período neonatal.

Algumas das cardiopatias congênitas mais graves requerem tratamento já nos primeiros dias de vida, sendo o diagnóstico precoce de fundamental importância para o sucesso do mesmo.

Por isso é tão importante a realização da ecocardiografia fetal, pois havendo o diagnóstico intra-uterino de uma cardiopatia grave, haverá tempo suficiente para o bebê ser encaminhado a um centro especializado, antes que ocorram complicações, muitas vezes, fatais, decorrentes da doença.

Precisa de Ajuda? Converse conosco