TESTE ERGOMÉTRICO

O teste ergométrico é um dos exames mais utilizados dentro da cardiologia, sendo sua função principal determinar se uma dor torácica tem origem cardíaca ou não, por isso é um método fundamental na identificação da doença coronariana.

O exame é integralmente acompanhado por médico cardiologista e consiste em submeter o paciente a um esforço progressivo através do aumento da velocidade e da inclinação da esteira, de forma programa de acordo com sua faixa etária e aptidão física.

Durante o procedimento é avaliado o comportamento pressórico, o ritmo cardíaco e o traçado eletrocardiográfico, podendo o mesmo ser interrompido a qualquer momento, devido à solicitação do paciente, exaustão física ou caso seja identificada alguma alteração pelo médico que justifique finalizar o teste.

Além do seu papel na identificação da doença coronariana, o teste ergométrico ainda é um parâmetro importante para orientar um plano de exercícios adequado, nos quais haja um risco mínimo e um ganho cardiovascular máximo, seja para atletas, desportistas de fim de semana ou cardiopatas em acompanhamento.

Antes da realização do exame recomenda-se uma refeição leve (não é indicada a prática de exercício em jejum) e evitar a ingesta de alimentos estimulantes (cafeína ou seus derivados, energéticos, refrigerantes, etc).
Devem ser utilizadas roupas e calçados próprios para atividade física: tênis de corrida ou caminhada para ambos os sexos; homens devem comparecer vestindo ou trazendo short, bermuda ou calça esportivas; mulheres devem vestir ou trazer top esportivo e short, bermuda ou calça para atividade física (pela necessidade do posicionamento de eletrodos, não é possível a realização do exame com macacão, body ou qualquer peça
de corpo inteiro).

Para posicionamento dos eletrodos no corpo, esfrega-se algodão ou gaze com álcool no local desejado, com a finalidade de retirar a oleosidade da pele, podendo haver ainda a necessidade, em pacientes masculinos, da remoção de pêlos de pontos do tórax e abdome, sendo opção do paciente realizá-la previamente em sua residência ou na clínica.

Quanto a medicação de uso regular, caso não seja feita nenhuma recomendação específica pelo médico assistente, ela deve ser mantida na dose e horários habituais, inclusive no dia do exame.
Caso ainda reste alguma dúvida ou já queira marcar seu exame, entre em contato diretamente com nossa equipe que encontra-se a disposição.

Precisa de Ajuda? Converse conosco